BLOQUEIO CRIATIVO E O #BEDA

Tinha tudo planejado, um banco de ideias recheado, cronograma de postagem e fotos preparadas. Eu me senti segura o suficiente para me desafiar, me comprometi comigo mesma e com esse blog para o #BEDA. A ideia era postar aqui no blog todos os dias de abril, mas não deu, tive um bloqueio criativo.

Bloqueio criativo, eu realmente eu não te esperava!

Bloqueio criativo sem ideias sem saco sofrimento não consigo escrever

Eu falhei por olhar meus rascunhos ou para as ideias rabiscadas em um papel e não sentir a menor vontade de escrever sobre elas. Como se as ideias se tornassem insossas assim que começassem a tomar forma. Nenhum assunto se mostrou interessante para me fazer me exausta sentar o bumbum na cadeira e escrever, nenhuma foto me parecia bonita o suficiente.

Parece que tenho um milhão de textos agarrados na garganta, todos misturados em uma bola gigante de palavras que me sufocam e me impedem de escrever. Também me impede de encontrar um tema que faça a escrita ser agradável, porque se escrever se tornar sofrido eu coloco esse blog hiato e espero até o dia que o bolo de palavras saia da garganta, ganhe forma nas ideias e escorregue pelos dedos. Acredito que esse seja o bloqueio criativo que todos falam.

Você escolhe o tema, pensa, pensa, pensa começa escrever, fica horrível, não se faz entender, parece que o tema não é relevante, apaga o texto, excluí a foto, desliga o computador e vai fazer outra coisa. Como persistir em algo que não está sendo agradável te fazendo feliz? Como faz quando se tem ideias, mas todas parecem péssimas e falta ânimo para colocar a mão na massa?

Em todo rascunho que comecei parecia impossível escrever 300 palavras, por isso fui largando os posts pelo caminho. Os conteúdos publicados este mês foram todos feitos com amor e alegria, nos dias de bloqueio criativo foram os dias que falhei no #BEDA.

Escrevi esse texto se uma vez só e publiquei rapidamente antes de achar muito ruim, desistir de publicar e apagar.

*Não consegui verificar a fonte original da imagem acima e também não consigo visualizar a assinatura.
Se você conhecer a autora me conta aqui nos comentários para que eu dê os créditos

Você também vai gostar!