EM QUEM VOCÊ SE ESPELHA E COMO ISSO INFLUÊNCIA SUA FELICIDADE

Em quem você se espelha? Como as redes sociais tem nos influenciado, criado novos modelos e nos deixando infelizes. Consigo encher duas mãos com a quantidade de pessoas que eu conheço que se dizem infelizes. Nenhuma delas possui depressão ou outro tipo de doença ou transtorno psiquiátrico, mas por algum motivo elas se consideram infelizes. Convivendo com elas percebo que a maioria se espelha em ideias de vida que não condizem com a suas realidades. Queria poder perguntar para elas “em quem você se espelha?”

em quem você se espelha o espelho quebradoO Spiegel.01 é um espelho que parece ter sido preso na parede com um prego. Autor: Lennart Van Uffelen

Leia Mais

BLOQUEIO CRIATIVO E O #BEDA

Tinha tudo planejado, um banco de ideias recheado, cronograma de postagem e fotos preparadas. Eu me senti segura o suficiente para me desafiar, me comprometi comigo mesma e com esse blog para o #BEDA. A ideia era postar aqui no blog todos os dias de abril, mas não deu, tive um bloqueio criativo.

Bloqueio criativo, eu realmente eu não te esperava!

Bloqueio criativo sem ideias sem saco sofrimento não consigo escrever

Eu falhei por olhar meus rascunhos ou para as ideias rabiscadas em um papel e não sentir a menor vontade de escrever sobre elas. Como se as ideias se tornassem insossas assim que começassem a tomar forma. Nenhum assunto se mostrou interessante para me fazer me exausta sentar o bumbum na cadeira e escrever, nenhuma foto me parecia bonita o suficiente.

Parece que tenho um milhão de textos agarrados na garganta, todos misturados em uma bola gigante de palavras que me sufocam e me impedem de escrever. Também me impede de encontrar um tema que faça a escrita ser agradável, porque se escrever se tornar sofrido eu coloco esse blog hiato e espero até o dia que o bolo de palavras saia da garganta, ganhe forma nas ideias e escorregue pelos dedos. Acredito que esse seja o bloqueio criativo que todos falam.

Você escolhe o tema, pensa, pensa, pensa começa escrever, fica horrível, não se faz entender, parece que o tema não é relevante, apaga o texto, excluí a foto, desliga o computador e vai fazer outra coisa. Como persistir em algo que não está sendo agradável te fazendo feliz? Como faz quando se tem ideias, mas todas parecem péssimas e falta ânimo para colocar a mão na massa?

Em todo rascunho que comecei parecia impossível escrever 300 palavras, por isso fui largando os posts pelo caminho. Os conteúdos publicados este mês foram todos feitos com amor e alegria, nos dias de bloqueio criativo foram os dias que falhei no #BEDA.

Escrevi esse texto se uma vez só e publiquei rapidamente antes de achar muito ruim, desistir de publicar e apagar.

*Não consegui verificar a fonte original da imagem acima e também não consigo visualizar a assinatura.
Se você conhecer a autora me conta aqui nos comentários para que eu dê os créditos

Leia Mais

MÚSICAS PARA FICAR DE BOM HUMOR

música setlist bom humor alto astral good vibe inspiração motivação
“Bom humor espalha mais felicidade que todas as riquezas do mundo. Vem do hábito de olhar para as coisas com esperança e de esperar o melhor e não o pior.” Alfred Montapert*

Sempre que estou trabalhando focada no computador procuro uma setlist com músicas desconhecidas para ficar de boa. É meio esquisito e eu devo ser a única a ter essa preferência. E você, prefere músicas conhecidas ou desconhecidas pra ouvir enquanto trabalha?

Hoje eu encontrei uma setlist com músicas fofas no estilo indie folk que deixam qualquer um de bom humor! Já é minha preferida para sobreviver às segundas-feiras!

Leia mais, confira a lista incrível e fique de bom humor

Leia Mais

BEDA: ABRIL ESPECIAL

No mês de abril acontecem muitas coisas boas, tem o dia da mentira para gente fazer pegadinha com os amigos, tem o feriado, tem o VEDA lá no YouTube e tem meu aniversário. Não que o meu aniversário seja grandes coisas – a não ser para minha família – eu gostaria de comemorar de uma forma inusitada e desafiadora: assim como o pessoal do VEDA publica vlogs todos os dias do mês, eu gostaria de comemorar os meus 28 anos postando diariamente aqui no blog, ou seja participando do BEDA.

BEDA VEDA abril april todo dia especialBEDA: ABRIL ESPECIAL

“Ah, mas por que participar do BEDA?” Porque eu vivo no sufoco e separar um tempo para postar será uma forma de me reconectar com o blog que eu tanto gosto de fazer. Não tenho nenhuma programação especial e nenhuma expectativa além de conseguir escrever todos os dias.

Existe uma outra coisa que eu gostaria de propor pra mim, para nós.

Quem trabalha com internet sabe o quão solitário pode ser esse trabalho. As vezes falamos sozinhos, passamos horas lendo relatórios para tentar entender um pouco do público, as vezes nos sentimos gritando em meio à multidão sem ninguém ouvir, você pode ter uma audiência de mais de 10 mil pessoas e ainda se sentir sozinha.

Por isso, meu outro desafio desse mês é simplesmente demonstrar a admiração, gratidão e empatia que tenho por algumas pessoas que acompanho em seus empreendimentos digitais. Se você é como eu e frequenta blogs há anos, mas nunca deu um “Oi” pra blogueira, quem sabe esse mês você possa contar sobre quando você gosta daquele trabalho ou sobre o quanto ela te ajudou. Isso pode fazer uma grande diferença na vida de alguém!

O BEDA não tem nada de muito inovador, mas esses dois desafios vão me tirar da zona de conforto. Espero que possa fazer diferença na minha vida e na vida de quem for impactado.

 Você também pode me encontrar diariamente no Twitter: @LitaBotelho

Leia Mais

UM TEXTO SOBRE FAZER COISAS INÚTEIS E SER FELIZ

Eu estava no meio de uma aula a respeito da utilidade da arte quando ouvi a frase que me fez ter uma nova perspectiva:

“qual é a função da arte? Nenhuma, ela é inútil”.

Estou a mais de uma semana pensando sobre isso e percebi que mesmo indo contra toda a lógica contemporânea, talvez o grande segredo da vida não seja encontrar o seu proposito e sua finalidade no mundo.

“Tempo é dinheiro” é a lógica do mercado e mesmo sem querer eu cresci, formei meu caráter nesse sistema. Sempre vivi em função de produzir algo, quase nunca passo tempo atoa ou fazendo algo só por fazer, pois me sinto culpada de “gastar” meu tempo com coisas que não me trarão retorno. Dizem que é espirito empreendedor, mas talvez não seja.

O resultado até agora está mais para decepção, angústia, ansiedade e insegurança do que para alegria, satisfação e orgulho.

Ao empreender em algo você espera o retorno, mas ele nem sempre vem, as vezes quem vem te visitar é a decepção; o mesmo acontece com a angústia e insegurança, elas vêm acompanhadas da dúvida sobre a nossa capacidade; e a ansiedade vem para piorar a situação. É uma prisão.

Tenho visto esse aprisionamento acontecer repetidamente no meio criativo e também acadêmico, mas ao mesmo tempo, trabalhando com conteúdo para internet, vejo a mágica da originalidade acontecer com quem está comprometido apenas em se expressar.

É a arte pela arte.

Por que você faz aquilo que não precisa ser feito? Por que você persiste nisso?

O que você faz e que não precisa ser feito talvez seja inútil aos olhos dos outros, mas se isso te faz sair do lugar comum, da caixinha ou da zona de conforto; se é o que te faz sair da inércia; se é o que te faz encontrar tempo, recursos e força para fazer, isso faz parte da sua essência.

É o lugar da felicidade que permite se encontrar consigo mesmo.

Talvez a cereja do bolo da vida é fazer coisas inúteis, talvez a cereja do bolo seja inútil.

Texto original publicado em https://medium.com/@talitabotelho

Leia Mais

CONSELHOS PARA MIM MESMA

Qual conselho você daria para você de 10 anos atrás?

Quando chegamos a certa idade, não dá para fazer corpo mole com a vida. Não existe essa de “deixa a vida me levar”, você precisa tomar a rédea do futuro e seguir em frente.

Se eu pudesse mandar um recado para a Talita de 10 anos atrás com certeza seriam esses 5 conselhos!

Não posso voltar ao tempo, mas posso talvez fazer diferença na vida de alguém! Leia com carinho!

conselhos que eu daria para mim mesma

#1 – Não dê ouvidos para quem te desmotiva

Quando se é uma adolescente criativa e inquieta as nossas ideias e formas de passar o tempo são diferentes dos adolescentes normais. Sendo assim qualquer ideia que eu tinha era – as vezes ainda é – acompanhada da seguinte frase: “Você é doida”. Essas três palavras tóxicas me faziam questionar minhas ideias e sempre acabava desanimando de um projeto ou outro.

Hoje eu olho para trás e vejo que eram ótimas ideias, algumas eram bem inovadoras e outras eram práticas e tinham a possibilidade de crescimento, mas o fato de acreditar que é muito nova para tal tipo de responsabilidade faz você se julgar com incapaz.

Escute você mesma e nunca duvide de sua capacidade!

 

#2 – Ficar na rua vagabundando com os colegas não vale suas notas baixas

Ficar na rua conversando e jogando conversa a fora com os colegas era o que eu mais gostava de fazer. Com certeza isso era muito mais interessante do que sentar e estudar, minhas notas eram baixas, mas eu nem me importava. O que eu queria era aproveitar, isso foi ótimo para minha inteligência social, mas sentar e me esforçar para estudar, ainda que fosse algo além do conteúdo escolar, teria feito toda a diferença na minha vida hoje.

A escola é chata? Escolha alguma coisa para estudar e se dedique a isso!

 

#3 – Leia os clássicos

Não leia os 12 volumes da coleção Gossip Girls, a série irá mudar quase todo o roteiro mesmo! Ler os clássicos da literatura com certeza é muito mais proveitoso, afinal de contas, nenhum clássico se torna clássico por mero acaso.

Ilíada, A República, A Arte da Guerra, O Príncipe, Dom Quixote, Hamlet, Os Sofrimentos do Jovem Werther, O pequeno príncipe, Em busca do tempo perdido, Os Miseráveis, O Conde de Monte Cristo, As Flores do Mal, A Comédia Humana, além de Machado de Assis, Graciliano Ramos, Guimarães Rosa e Machado de Assis.

Essas literaturas parecem tão distantes, mas falam mais sobre a humanidade e sobre si mesmo do que você pode imaginar. É uma experiência única que só um clássico pode oferecer.

Os clássicos oferecem uma noção da realidade humana que atravessa as barreiras do tempo.

 

#4 – Guarde o seu dinheiro

Ter uma reserva financeira pode ser o fator determinante entre fazer algo incrível com total liberdade todos os dias e trabalhar para enriquecer outras pessoas. Por isso coloque na balança tudo o que parece ser super interessante e necessário e lembre-se que o dinheiro gasto nunca mais volta.

Se organizar o quanto antes para ter um fundo financeiro é o melhor que se pode fazer.

 

#5 – Garotos não são tão importantes assim

Não mesmo! Geralmente eles irão te fazer sentir insegura, sem importância e até ficarão com sua melhor amiga.

O segredo é avaliar! Pense assim: “eu sentiria vergonha de ter me envolvido com essa pessoa no futuro?” Se sim, pula fora!

Sua prioridade deve ser sempre ser você!

Imagem

Leia Mais

GIRLS | CENAS ILUSTRADAS

Já assistiu ao seriado GIRLS da HBO?

Passeando pelo Tumblr (me segue lá) conheci o projeto GIRLS illustrated. Como você pode imaginar o projeto reproduz em ilustrações lindinhas as cenas da série GIRLS da HBO, como sou bem fã da série fiquei completamente apaixonada!

girls hbo serie ilustração nina cosford

Assinada por Nina Cosford o projeto conta com 60 ilustrações das cenas da série.

ilustrações girls hbo nina cosford

3/4 ilustrada das personagens principais de GIRLS, qual é a sua preferida?

Confira todas as cenas ilustradas: GIRLS ILLUSTRATED

Se você não assiste GIRLS, corre que ainda dá tempo de reparar esse erro!ilustrações girls hbo nina cosford lena dunham Hannah Horvath

“estou ocupada tentando me tornar quem eu sou” Horvath, Hanna

Brincadeiras à parte, GIRLS é uma série sobre garotas inquietas em seus vinte e tantos anos tentando viver em N.Y.. Tudo isso sem deixar seus sonhos e espontaneidade morrerem.
É um retrato ácido da ambição ideológica da geração Y, ou seja, retrata os conflitos de quem passou dos 20, mas não chegou onde gostaria de estar, ou chegou e percebeu que talvez não era aquilo que queria.

Acima de tudo GIRLS é uma série sobre sonhos, a dificuldade para conquistá-los, expectativas e ilusões

girls hbo serie ilustraçãos hana jessa marnie shoshanna

Digo “inquietas”, pois Hanna, Marnie, Shosh e Jessa estão sempre almejando algo e sempre travando questões psicológicas internas: Hana almeja ser uma profissional criativa, mas quando consegue seu lugar ao sol nada parece tão ensolarado; Marnie parece ter a vida perfeita até que se perde no meio do caminho; Shoshanna tem quase 21 anos e um plano para a vida, mas nem sempre tudo acontece como ela queria; Jessa não sabe nem o que deseja, vai vivendo dia após dia. Ou seja, como nós!

A série conta com muito drama, situações completamente inusitadas e um humor ácido! Se identificou? Indico fortemente que você assista o quanto antes!

Se você já assiste e mal pode esperar pela quinta temporada como eu, confira cenas dos bastidores pelo Instagram da diretora, roteirista, produtora e protagonista Lena Dunham ou através dessa compilação no site da HBO.

Então, amou as ilustrações como eu? Já assiste a série? Me conta nos comentários!

Imagens Nina Cosford

Leia Mais