DITADURA DA BELEZA: QUEM MANDA?

Quantos produtos de beleza você usa por dia?

Só hoje eu usei os seguintes produtos:

Sabonete facial
Hidratante para a área dos olhos
Hidratante facial
Filtro solar
Hidratante labial
Base
Corretivo
Pó facial
Blush
Máscara
Desodorante
Hidratante para mãos
Base para as unhas com alho e cravo
Demaquilante
Shampoo
Máscara de hidratação nos cabelos
Condicionador
Sabonete corporal
Sabonete intimo
Leave-in
Bepantol
Gel anti-acne
Hidratante corporal
Talco

24 cosméticos usados em apenas 1 dia! Se alguém viesse me contar que usa 24 tipos de cosméticos diariamente eu iria achar a pessoa insana! Sério!

Além dos itens listados, eu as vezes ainda uso óleos, descolorante, cremes depilatórios, muitas outras maquiagens, máscaras faciais, esfoliantes, esmaltes e com certeza mais várias coisas que eu não estou lembrando agora.

Quero ressaltar que eu não faço a menor ideia dos componentes da maioria desses produtos! Você conhece os componentes dos produtos que tem usado?

Se eu consegui colocar uma pulga atrás da sua orelha, aconselho assistir ao vídeo “The Story of Cosmetics“:

Além da questão dos componentes químicos, também estou me perguntando de onde surgiu a necessidade de usar todos esses produtos: é a necessidade do meu corpo ou de um incentivo externo?

Certamente, eu uso muitos produtos pelos “benefícios” que me trazem, mas convenhamos que a indústria dos cosméticos consegue impor tendências de comportamento de consumo sem que percebamos.

Então, o que é necessidade real e demanda pré-fabricada de consumo?

Geralmente funciona assim: você percebe a necessita de um produto, chega à loja, farmácia ou mercado e compra. Não é mesmo?

ditadura da beleza economia comercio marketing ideal de beleza

Você pode achar que os produtos de belezas servem para sanar problemas, eu também já achei isso, mas na verdade a indústria cosmética cria os problemas, usa a mídia para difundir a sua existência e coloca a solução dessa “dor” à venda em forma de produto.

Segundo a Abihpec (Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos), nós, as brasileiras, ocupamos a terceira posição no ranking mundial de consumidoras de cosméticos.

Em 2013 a indústria brasileira de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos movimentou 43 bilhões de dólares* e quando a Abihpec fala em indústria ela se refere à, basicamente, 4 conglomerados: Nestlé, P&G, Unilever e Johnson & Johnson.

Se esses quatro conglomerados são capazes dominar todo o mercado, eles são capazes de criar demanda de consumo também!

Na ditadura da beleza quem manda são as grandes companhias de cosméticos!

A ditadura da beleza é um condicionamento ideológico promovido pelos meios de comunicação à serviço das grandes indústrias de cosméticos, higiene pessoal e perfumaria. Nós adotamos esse ideal e consumimos produtos para tentar chegar à esse ideal inacessível.

Quem não quer estar na moda? Quem não quer estar bonita como as modelos e celebridades?

Não faz muito tempo que Kylie Jenner se transformou em uma grande referência de beleza, sendo até o ideal de beleza de grande parte das jovens. Não há estimativas, mas acredito que as marcas de maquiagem venderam muitos, muitos mesmo, batons no tom cashmere.

Não estou aqui para dizer “parem de comprar cosméticos!”, afinal de contas, eu sou uma super consumidora e até faço resenhas de produtos aqui no blog!

Minha intenção com esse texto é promover o questionamento à respeito da ditadura da beleza!

Vamos nos perguntar “será que eu preciso mesmo desse produto?”!

 

Para ler mais:

Clique e confira as marcas que fazem parte dos grandes conglomerados que dominam o mercado!

Leia Mais